Início > O Esporte na Mídia, Opinião > Novo padrão de estupidez

Novo padrão de estupidez

Nós vivemos em um país tomado pelo fanatismo doentio e xiita quando o assunto é futebol. A importância que dão para este esporte aqui no “País das Chuteiras” (como alguns bradam com orgulho) é de proporções tão imensas que outros esportes acabam ficando nas sombras: natação, vôlei, basquete, atletismo, Stock Car e, claro, nossa querida Fórmula 1.

A parcela de tempo destinado para cobrir todos estes esportes é mínima: diria, sem medo de errar, que 85% do tempo é voltado à cobertura de futebol, e os outros 15% divididos entre todos os outros esportes.

No nosso caso, é simplesmente impossível depender da televisão para nos manter atualizados, já que a Fórmula 1 ganha tempo no Globo Esporte somente nas sextas-feiras de treinos livres e nas segundas após as corridas, salvo alguma notícia bombástica. Não é preciso ser inteligente para perceber que o tempo é irrisório.

Então, para nós entusiastas, o que nos resta é buscar informações na internet, onde podemos encontrar rapidamente informações confiáveis, análises precisas e especulações fundamentadas… claro, nos sites ingleses.

Porém, para aqueles que não dominam a língua de William Shakespeare, resta depender da fraca mídia especializada brasileira, onde nos deparamos novamente com o problema do futebol: os maiores portais de noticias sobre F1 são de mega-empresas de mídia que também dão uma atenção exagerada para o “esporte nacional”. Portais estes que nem sempre dão bolas dentro…

Mas hoje o Globo.com extrapolou todos os limites com esta matéria.

Clique no link (enquanto eles não arrumam a cagada que fizeram) e deleite-se: a matéria diz que uma Renault usada por Fernando Alonso para conquistar seu primeiro título estará em exposição em um lugar qualquer. Qualquer conhecedor espera ver um R25, mas acaba se deparando com duas bizarrices que em nada lembram o bólido de 2005.

O “R25” do Globo.com tem uma asa dianteira nunca usada, uma asa traseira nas configurações de 2009 e não há badgeboards nem winglets, coisas que existiam em 2005. Confiram abaixo:

"Renault R25"

"Renault R25"

Verdadeiro R25

Verdadeiro R25

"Renault R25"

"Renault R25"

Se eles ainda fossem uma empresa amadora no ramo, era até aceitável, mas estamos falando da maior rede televisiva do Brasil e detentora dos direitos de transmissão em solo nacional que, querendo ou não, são influentes na mídia, em qualquer que seja a área. E com que credibilidade eles ficam? Quem entende do assunto vai rir da cara deles e passará a confiar menos em suas noticias, enquanto os que não entendem vão ficar menos entendidos sobre o esporte com estas informações errôneas.

Vergonha… isso é uma grande vergonha.

Agradecimento ao Claudemir Freire, que postou o link na seção de comentários do F1 Around e acabou me dando a idéia de fazer este post.

Anúncios
  1. Claudemir Freire
    13/10/2009 às 22:11

    Guilherme obrigado pela menção, fico lisongeado.

    Agora amigo, divulgue seu blog, eu só fiquei sabendo hoje, coloque um link no seu nome, porque por displicência minha ou outra coisa, não o conhecia, então, vou sempre passar aqui e dar uma zapeada.

    Parabéns, e acho bom que sempre haja pessoas com coragem como você.

    • 13/10/2009 às 22:34

      Não precisa agradecer Claudemir… “credit where it’s due”.

      Essa história do link no meu nome é estranha. Quando estou logado no WordPress, ele preenchia sozinho meu nome e não adicionava o endereço do blog. Descobri como se configurava isso há pouco =P

      Mas no final, eu não sou muito de divulgar não – sou daqueles que acredita que os leitores e comentaristas vem naturalmente, e já está no caminho!

      No mais, agradeço pela visita e volte sempre =)

  2. 13/10/2009 às 23:10

    Belo post Guillherme.

    Eu acho que a coisa mais bizarra que eu vi nas transmissões de de F1 feitas pela Globo, foi uma histéria em quadrinhos animada que eles usaram como preview para o GP do Brasil de 2007. Er algo como Don Alonso contra o Rapper Hamilton e o Homem de Gelo Kimi — confesso não me recordar do Kimi muito bem…

    Enquanto isso (ok, eu sei, é covardia!!) a BBC faz esse tipo de abertura para CADA uma das corridas:

    • 13/10/2009 às 23:30

      Hahahahaha! Eu lembro dessa charge, e curiosamente não lembro do Kimi também. Mas se não me engano era uma charge do Mauricio Ricardo, então tem sempre um foco de humor pra “povão”.

      Agora a comparação com esta abertura é covardia mesmo. Chegou até a me emocionar!
      O que eu acho incrível é que a BBC tem uma cobertura perfeita e tudo mais, e o Brasil, que é segundo país mais vitorioso da categoria, que tem uma legião de fãs país a fora, tem que se contentar com esse fracasso completo que é a cobertura da Globo. Eles deviam aprender um pouco com a BBC…

      Acho que o único “minus” dos ingleses é o Johnatann Legard… ele é tão ruim ou pior que o Galvão Bueno, e assim como o Burti segura as pontas aqui, o Martin Brundle salva as coisas lá.

      Abraço!

  3. 13/10/2009 às 23:55

    O pior é que nêgo la england detestava o James Allen, que sabe tudo, tudinho de F1 e mais um pouco, tá aí o blog dele, um dos mais importantes hoje, para provar a burrada feita pela BBC.

    Pelo menos ele tem dedicado-se full time ao blog e quem ganhou foi o público mundial da F1!

    • 14/10/2009 às 7:51

      É verdade. Muita gente não gostava dele por causa do nacionalismo exageirado dele, como nesse vídeo aqui, por exemplo:

      Mas isso não é nada perto dos berros aleatórios (tipo um “and HERE HE COMES” pra um cara que tá só andando numa reta, sem fazer nada de mais) e pleonasmos do Legard.

      No fim, concordo com você: os beneficiados disso fomos nós

  4. 16/10/2009 às 11:18

    “Os deuses me abençoaram! Serei Tri na Terra do Palmeiras!” No dia deu raiva, mas hoje é tão ridículo que a gente ri. Eu lembrava que o Kimi foi simplesmente ignorado pela historinha, procurei e aí está a obra de arte. Detalhe: tinha continuação, os dois finais prováveis estavam prontos. O Kimi estragou a palhaçada deles :D

    http://82.102.11.108:8080/F1Videos/f1/videos/don-alonso-vs-rapper-hamilton

    Só uma curiosidade: na historinha o Alonso chama Hamilton de pibe. Gíria do lunfardo, de Buenos Aires, Alonso virou porteño!

    Acho que a Globo tem preconceito com o público que gosta de esportes, damos audiência mas somos tratados como debilóides.

    É verdade, Guilherme, os leitores vão te encontrar. Eu acabei de chegar e gostei do cantinho!

    • 16/10/2009 às 14:45

      Obrigado pelo link Aline!
      Tá aí por que eu não lembrava do Kimi… era pq ele não existia mesmo ‘-__-

      Isso de o Alonso ser nosso “hermano” só ratifica o que eu disse: a Globo não entende porra nenhuma de F1. Até não acho que seja preconceito, pq são esportes e novelas que pagam as contas deles, mas a quantidade de gente exigente e que entende de esportes é pequena comparada à massa que é o alvo deles, então pra que fazer melhor? A gente que se foda…

      E agradeço muito a visita!
      Visito teu blog há um tempinho já e sempre gostei (apesar de nunca ter comentado), então dá um pouco de orgulho ver um comment seu aqui, principalmente elogiando este ‘passatempo’ que é o meu blog =)
      Obrigado!

  5. Rafael Crivelli
    17/10/2009 às 18:55

    Realmente, essa charge da Globo foi uma verdadeira “superprodução de porcaria”. Nada presta naquilo: não é engraçado, as imagens são ridículas, o texto não é bom e o narrador é pior ainda. Mas para este final de semana tem mais uma, desta vez com “três meses de trabalho dos melhores profissionais gráficos do mundo” – sic. Pela prévia, imagino a grande mer** que vem por aí.
    Quanto ao globoesporte.com/formula1, é um atentado à inteligência até do mais leigo em F1, nunca sai nada que preste de lá.

    Mas a abertura da BBC, fantástico! (Não confundam com um certo programa televisivo por aí..)

    Agora, sem querer me alongar muito, quem assitiu ontem à noite o jogo do Santos no futebol feminino pela Band com certeza gostou de ver o Luciano do Valle falando mais ou menos assim: “Nós trasmitimos TODOS os jogos do sub-20 e vamos transmitir TODOS os do sub-17. Agora vem os caras e querem trasmitir só a final, e ainda trazem azar, o Brasil perdeu! A gente aqui dá apoio às meninas do futebol e logo, logo ele vão vir querendo tomar tudo da gente.” Não foi exatamente assim que ele falou, mas a ideia é mais ou menos essa, e eu adorei!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: