Início > Opinião > As obsoletas mais adoradas

As obsoletas mais adoradas

Me dói ter que de admitir isso, mas grande parte das pistas que gostamos hoje são obsoletas. Projetadas há décadas para as necessidades de suas épocas, elas não comportam mais a exigente (e ao mesmo tempo restritiva) Fórmula 1 de hoje. Dois dos mais perfeitos exemplos disso são Silverstone e Suzuka, adoradas por todos, mas que provocam bocejos na hora da corrida.

Curvas de alta, elevações, gradientes... parece bom né?

Curvas de alta, elevações, gradientes... parece bom, não é?

A horda de pistas asiáticas Tilkeadas que vem invadindo a Fórmula 1 desde de 1999 é motivo de desagrado para nós, os entusiastas do esporte, que vimos pistas clássicas como Hockenheimring e A1 Ring serem “assassinadas” ou preteridas, dando lugar à coisas como Shanghai e Valência.

O calendário atual conta com nada menos que sete pistas do arquiteto alemão e algumas outras retocadas pelo dito cujo, e nenhuma delas produz corridas emocionantes, o que nos leva a abominá-las e depositar a culpa no homem, mas, se a culpa é dele, por que as pistas clássicas não nos presenteiam com boas corridas? Temos, Silverstone, Nürburgring, Spa, Monza, Suzuka e Interlagos por enquanto no calendário, para nossa alegria, mas o que vemos nos últimos anos é deprimente: sendo realista, as únicas pistas que ainda fornecem boas corridas são Spa e Interlagos, e geralmente o clima está dando uma ajuda.

Antigamente, quando os carros eram vezes menos dependentes da aerodinâmica, era possível fazer um slip-stream mesmo através das curvas de alta. Por ter menos aderência, os carros obviamente eram mais propensos a over-steering, perda de tração e etc, tornando mais fácil ultrapassar alguém na saída de uma curva, seja por “pegar o vácuo” ou por aproveitar qualquer mínimo erro do infeliz que ia à frente. Não havia necessidade de retas do tamanho de pistas de decolagem e de largura suficiente para alinhar 5 motorhomes… lado a lado, claro.

Suzuka é o perfeito exemplo disso. Muitos têm um apreço pela pista nipônica, com certeza pelas corridas disputadas anos atrás e pelos títulos decididos por lá, mas a pista é claustrofóbica de tão apertada, não há tamanho de reta suficiente para esboçar uma ultrapassagem alguns espaços são ocupados por curvas inúteis, como o complexo de esses.

“Inútil?!”, você deve ter pensado, certo? Pois é, mas analise as curvas e você verá que tudo o que elas fazem é dificultar a aproximação de quem vem atrás e impossibilitar uma ultrapassagem na Degner. Ninguém mais erra lá (nem mesmo os mais inexperientes), e mesmo assim isso não configura uma ultrapassagem.

Comparando com a pista de Fuji, veremos como a necessidade de retas longas é crítica, exemplificada neste vídeo:

Mesmo sendo dita por quase todos como uma afronta, é fato que a pista de Fuji nos proporcionou duas corridas muito melhores do que as duas últimas em Suzuka, com sua megalomaníaca reta e grande largura de pista, coisas que não existem em Suzuka e que são praticamente necessárias na Fórmula 1 moderna. Mas também não é nem preciso dizer que é completamente nonsense alguma adaptação na pista que não seja alargá-la (e nem há muito espaço para isso). Adaptar uma reta maior ou suprimir alguma curva significaria a perda de sua identidade. Para isto, Fuji já está pronta.

Suzuka deve permanecer por um tempo na Fórmula 1, pois tem história e uma legião de fãs, mas será lembrada mais por seu passado do que por seu presente.

Esqueçam essa de adaptar os carros às pistas – a tecnologia que permite a perfeição irritante dos carros não irá regredir jamais. Assim como na relação entre o Homem e o ambiente, são as pistas que devem se adaptar aos carros agora.

Mas a tecnologia muda infinitamente mais rápido que a evolução do Homem, e a pista ótima de hoje poderá ser a Marina Bay de amanhã. Nesse ritmo, demorará quanto para dizermos que Spa Francorchamps é uma porcaria? Sinceramente, espero que isto jamais ocorra, mas o realismo-pessimista me diz que este dia não está muito longe…

Anúncios
Categorias:Opinião Tags:, ,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: