Início > Analises > GP da Europa – Classificação

GP da Europa – Classificação

Meio atrasado, eu sei. Peço perdão.

A Fórmula 1 volta depois de um mês, sendo duas semanas de recesso, mas nem isso impediu uma mudança brusca na ordem do grid.

Lewis Hamilton na pole

Lewis Hamilton na pole

A McLaren provou que não eram apenas as caracteristicas de Hungaroring que favoreceram a vitória no mês passado: um desenvolvimento monstruoso, tirando um carro da lama e colocando-o de cara pro vento. O MP4/24, que havia perdido a fama de “McLata” na última corrida, confirmou hoje que a equipe está de volta, com um carro quase 2,5 segundos mais rapido do que era no início do ano.

A segunda fila ficou por conta do pressionado Heikki Kovalainen, que parece ter gostado de trabalhar com a corda no pescoço – no momento em que a equipe dá o ultimato a ele, Heikki marca o segundo tempo. Ficou a impressão de que ele ia marcar a pole até se “afobar” nas duas últimas curvas, mas Hamilton ainda tinha mais uma volta na agulha, esperando apenas para puxar o gatilho…

Digna de nota também a forma da Brawn, que voltou a andar perto do que era até o GP da Inglaterra. Rubens Barrichello marcou o tempo mais rápido do fim de semana, durante o Q2. O curioso é que o único upgrade visivel do carro é um sheild na entrada do radiador. As outras mudanças foram downgrades mesmo. A equipe voltou atrás na sua linha de atualizações, trazendo partes aerodinâmicas antigas, e funcionou muito bem! Um ótimo comentário que eu li dizia que o BGP001 “era o carro mais bem nascido da história! Se mecher, estraga!” Rubinho marcou o terceiro tempo com uma boa carga de combustível no carro, até mais que seu companheiro de equipe, que vai largar quinto. Mesmo mais pesado, a missão parece complicada para Rubens Barrichello amanhã. Os carros à frente dele estão muito bem acertados e tem um KERS assassino da Mercedes…

A Red Bull parece ter perdido o brilho que teve nos GPs da Inglaterra e Alemanha, com Vettel em quarto, mas muito mais leve que Barrichello. Webber vem numa longínqua nona posição, mas com 10kg a mais de combustível que o companheiro de equipe.

Raikkonen trouxe um sabor meio-amargo para a Ferrari, com uma modesta sexta posição. Meio-amargo porque, se dependessem do Badoer, era melhor fecharem as portas. Realmente não dava para esperar nada do italiano, que não corre desde que eu comecei a ver corridas, não conhece direito o carro e muito menos a pista. Era visível como ele errava na última curva, contornando-a no meio da pista, quase estacionando o carro. Não era de se esperar mais, mas ficar a 1.5 de Jaime Alguersuari é um tanto… vergonhoso. Desejo tudo de melhor durante a corrida para o simpático italiano, e que seu “sonho de criança” perdure por mais corridas. Como torcedor da Ferrari, deveria estar arrancando os cabelos, pois com certeza a Ferrari terminará o ano em, no máximo 4º lugar entre os construtores, mas não me importo. Se o campeão do mundo Kimi Räikkönen tem dificuldades com o carro, quem seria um substituto a altura de Felipe? Alguns diriam que Schumacher teria feito o serviço, mas ele também ia armagurar um belo meio do grid.

Sobre o resto:

Minha aposta para a pole position, Fernando Alonso, mostrou que o R29 não se adaptou às ruas de Valência. Mesmo com pouco combustível, vai largar em oitavo.

Faltou força para a Force India (desculpem pelo trocadilho barato… não resisti!). Acabaram não mostrando o mesmo desempenho que mostraram no treino da manhã. A equipe de Vijay Mallya precisa urgentemente dos pontos: é a sua meta principal para este ano e seria um alívio em meio aos rumores sobre a debilitada saúde financeira da equipe.

Bom começo para Grosjean. 14º é lucro para o estreante, e me atrevo a dizer que Nelsinho não faria muito melhor. Que tenha uma boa corrida amanhã!

Button e BMW vão ganhar posts exclusivos… aguardem!

A expectativa para a corrida amanhã é óbvia: as McLarens vão voar na largada com seu poderos KERS. Rubinho terá de aproveitar bem as três voltas as mais de combustivel que tem para conseguir, no mínimo, o lugar de Kovalainen. É a chance de ouro para diminuir a imensa vantagem de Button e Webber, e, quem sabe, ultrapassar Vettel na tabela.

Vencedor? Caso tudo transcorra normalmente, ele já está definido…

...

...

Guilherme

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: