Acabou!

O post foi originalmente escrito em 25/06/2009, no Grand Prix in Brazil

Finalmente a batalha entra a FOTA e a FIA acabou. Depois de dois meses de ameaças, os fãs da Fórmula 1 estão aliviados por ler que o esporte não se dividirá em dois.

Teremos todos estes times ano que vem, e mais três por vir

Teremos todos estes times ano que vem, e mais três por vir

A idéia de um campeonato da FOTA era bem interessante, com toda aquela especulação de três carros por equipe e algumas pistas clássicas no calendário, mas era tão bom que poderia ser chamado de ‘Fórmula Utopia’ – um campeonato ideal, onde todos seriam felizes, todo time seria competitivo sem necessitar de restrições, atrairia toneladas de patrocinadores, levaria centenas de milhares de pessoas para as pistas e nenhum time deixaria o campeonato. Mas, como na física, ‘ideal’ é algo que não é ‘real’, algo que você consegue provar ser correto matematicamente, mas simplesmente não funciona no mundo material. E assim é a Fórmula Utopia: apenas uma manobra desesperada da FOTA para arrancar Mosley do poder e conseguir tudo o que querem.

Eu realmente gostei da idéia de um ‘Grand Prix World Championship’. Quando eu li a notícia de que a FOTA iria se separar da Fórmula 1 e formar seu campeonato rival, eu comecei a rir. Não que eu tenha achado engraçado, eu só estava feliz. Engraçado é que eu estou muito mais feliz agora do que quando eu li a notícia…

‘Por quê?’, você pergunta? Porque não é somente a guerra entre a FIA e a FOTA que acabou. Como em todos os governos ditatoriais, a população odeia seu lider, o jeito que ele comanda as coisas e seus métodos arbitrários de implementar de leis. Eles não o respeitam – eles o temem, e esse medo não os impede de se levantar contra o líder. Mas mais cedo ou mais tarde, as massas se cansam disso, invadem as ruas e demandam um fim do reino do tirano, eventualmente tirando-o do seu palácio à força e humilhando-o para toda a Nação ver. E na Ditadura da Fórmula 1, Max Mosley foi derrubado de seu trono, humilhado, acabado e agora odiado (por alguns). Em outubro ele deixará seu ‘Palácio da FIA’, apenas com as memórias de seu mandato como Presidente da FIA, e, infelizmente, ele terá muito mais coisas ruins para lembrar e lamentar do que coisas boas.

Agora eu sei por que eu estava feliz sobre o ‘Formula Utopia World Championship’ – eu não queria um campeonato de montadores, eu queria um campeonato sem Max Mosley. E agora teremos!

Luis Fernando Ramos, o Ico, do (incrível) Blog do Ico cita Ari Vatanen, um piloto finlandês de rally dos anos 80, como um provável sucessor, enquanto o mestre Clive Allen, do (ainda mais incrível) F1 Insight cita Nick Craw como o melhor homem a herdar a posição de Max Mosley dentro da FIA. Entre os dois, eu fico com Vatanen.

Com a disputa de poderes sendo parte da história automobilística agora, vamos focar no que realmente interessa – a próxima corrida!

Guilherme

Anúncios
Categorias:Política no Esporte Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: